Shell Iniciativa Jovem

Case de sucesso: Zen Animal

15/06/2018

No início da Zen Animal, eu não sabia muito bem aonde iria chegar com minha loja, acho que de fato não pensava ou não projetava muito além, nunca fui muito disso, de sonhar e fazer planos a longo prazo. Eu sou uma pessoa de ação, me proponho a fazer algo, me entrego e vivo o presente.

Além disso, o conceito de sucesso sempre foi muito relativo no meu ponto de vista. Alguns consideram sucesso ter a conta com muitos dígitos, outros preferem aparecer na TV e serem reconhecidos em locais públicos, eu por minha vez, considero sucesso sinônimo de qualidade de vida.

Comecei a trabalhar muito cedo para sustentar meus estudos e após alguns anos estava cursando minha 2ª faculdade, dessa vez de Administração. Em pouco tempo ingressei em estágios e empregos em grandes multinacionais, de indústrias farmacêuticas a grandes empresas de telefonia. Trabalhar nunca foi um problema para mim, mas trabalhar sem motivação sempre foi algo que me trouxe infelicidade.

Após alguns anos trabalhando no mundo corporativo e sem me encaixar em um meio tão concorrido e desleal, me sentia infeliz e desmotivada. Passei anos com dificuldade de acordar para trabalhar, meu corpo adoeceu e eu já não sentia felicidade em viver. Eu sabia que precisava tomar as rédeas de minha vida e fazer algo.

Em 2014, já cansada de reclamar, resolvi agir e fazer algo para mudar minha situação. Sempre fui apaixonada pelos animais e sabia que trabalhar com algo voltado a eles poderia me trazer motivação. Ter um petshop físico não era minha intenção, eu já havia pesquisado sobre o assunto e sabia que além do investimento inicial ser altíssimo, o mercado já estava saturado desse tipo de negócio, além é claro de concorrer com grandes redes que se instalaram nas grandes cidades.

Em conversa com meu marido e sócio, ele, que já trabalhava na área de TI, me deu o impulso que eu precisava, a ideia de montar um petshop on-line. Através dessa ideia comecei a correr atrás de tudo que era necessário para iniciar meu negócio.

Não foi nada fácil no início, não tínhamos dinheiro para investir no negócio, era preciso me formalizar e ter um CNPJ, só assim poderia fazer compras nos fornecedores, começamos a empresa dentro de um quartinho em nosso pequeno apartamento e logo nossa casa ficou insuportavelmente apertada. Além disso, nós dois tínhamos nosso emprego convencional que nos ocupava o dia todo, passamos 1 ano e meio dormindo pouquíssimas horas por dia em uma jornada dupla pesadíssima, mas nunca pensamos em desistir. Ao contrário, sabíamos que estávamos no caminho certo e seguimos adiante. Depois de 1 ano e meio nessa rotina extenuante, pude finalmente pedir demissão de meu emprego e comecei a trabalhar integralmente na minha empresa e logo em seguida o Pedro me acompanhou.

Quanto mais a empresa cresce, mais as dificuldades surgem, não conseguimos dar conta de tudo sozinhos, algumas áreas, principalmente as que você não tem muito conhecimento, passam a ser uma barreira de crescimento e por isso foi tão importante participar do programa Shell Iniciativa Jovem. Através do Programa e do nosso Mentor no Programa, Luiz Felipe Gutman, trabalhamos alguns pontos da empresa nas quais éramos vulneráveis e isso nos fez dar um passo além.

Diferente de um petshop comum, nossa ideia sempre foi selecionar produtos diferenciados no mercado pet que possam de alguma forma melhorar a qualidade de vida dos cães e gatos e também de seus tutores.

Não vendemos produtos perecíveis como ração ou medicamentos convencionas, nosso foco são os cosméticos e anti pragas naturais, brinquedos “desestressantes”, brinquedos que trabalham o cognitivo do animal, peitorais e coleiras que tornem o passeio mais tranquilo, dentre outros produtos que cuidam da saúde mental dos animais de estimação que costumam passar muitas horas sozinhos em casa e consequentemente entediados.

Além dos produtos selecionados, fabricamos também itens como roupinhas, pijaminhas, bandanas e demais acessórios que não incomodem os pets e que de alguma forma ajudem nas épocas frias ou durante tempos chuvosos.

Esse ano a Zen completará 4 anos de existência e confesso que não me arrependo de nenhuma decisão, ao contrário, faria tudo de novo, pois tudo tem seu tempo certo de acontecer.

Hoje acordo feliz para trabalhar, estou ao lado de quem eu amo, trabalho com meu cachorro deitado no meu pé, tenho a oportunidade de empregar pessoas, invisto em fornecedores locais, coloco em prática ações de sustentabilidade dentro da empresa, produzimos produtos de qualidade para pets, conseguimos influenciar tutores a optarem por produtos mais naturais para seus animais e acima de tudo, trabalho com e por AMOR.

Quando o CIEDS me convidou para contar sobre a história da Zen, o conceito de sucesso voltou à tona e foi a primeira vez que me questionei se realmente posso considerar a Zen um “case de sucesso”. Dia desses me perguntaram:

- O que você mais gosta de fazer?

- Eu respondi: Trabalhar.

Ainda não sei se posso considerar a Zen um sucesso, mas o que posso garantir para quem está lendo esse texto é que hoje sou muito feliz com o meu trabalho e sinto que influencio positivamente na vida das pessoas e de seus animais.

Autor: sócia-fundadora da Zen Animal