Shell Iniciativa Jovem

Empreendedores do Shell Iniciativa Jovem conhecem sobre Economia Circular

31/07/2017

Na noite de 6 de julho aconteceu o terceiro Encontro Disruptivo do Programa Shell Iniciativa Jovem. Os encontros disruptivos acontecem uma vez por mês e têm como objetivo levar aos empreendedores tendências e inovações do mercado.  Esse mês, o tema foi Economia Circular e contou com a participação do Pedro Themoteo, da MateriaBrasil, e da Ellen Sluis, da Dopper. A atividade contou ainda com a parceria da Esdi - Escola Superior de Desenho Industrial, com a sessão do espaço.

A Economia Circular prevê que resíduos, antes descartados, voltem para o processo produtivo como elementos a serem reutilizados para a produção de novos itens. Assim, busca-se ressignificar o próprio conceito de lixo, pois o que antes era visto como algo descartável, (como um resíduo orgânico, eletrônico ou industrial), agora passa a ser visto como um componente útil para a elaboração ou criação de outros produtos. E o nome “circular” vem justamente dessa ideia de completar o ciclo da sustentabilidade, já que nada é desperdiçado e sim reaproveitado.

Nossos convidados tinham muito para ensinar. Pedro Themoteo é um dos fundadores da MateriaBrasil, uma empresa de design que atua compartilhando e produzindo conhecimento sobre materiais, processos e tecnologias responsáveis e que geram impacto sócio ambiental positivo. Além de um vasto banco de dados sobre os mais diversos tipos de materiais - como papel semente, algodão orgânico, fibra de mandioca, etc. -, a MateriaBrasil ainda realiza diversos projetos utilizando esses itens nada convencionais.

Já Ellen Sluis é uma holandesa que vive no Brasil há cinco anos. Ela é embaixadora da Dopper UP!, uma garrafinha feita de forma 100% sustentável e produzida a partir de 5 garrafas pets. O propósito da Dopper Up! é virar a maré contra a poluição de plástico nos oceanos e  justamente por isso ela é constituída por esse plástico que seria descartado no mar.

O encontro procurou mostrar aos empreendedores novas formas de olhar para esses resíduos e todo o potencial que eles têm de se ressiginificarem e se transformarem em novos objetos. A conversa, assim, possibilitou a eles repensarem seus modelos de negócios no sentido de incluírem a proposta da economia circular em seus empreendimentos, adaptando esse conceito no segmento que eles atuam.