Consultoria Inovação Mentoria Shell

Por dentro da dinâmica de mentoria do Shell Iniciativa Jovem

Por Shel Iniciativa Jovem em 26/05/2022

Conheça os mentores Rodolpho Mathias e Julia Peterle responsáveis pelo engajamento dos selecionados do IJ 2022

 

O Shell Iniciativa Jovem, programa de incentivo ao empreendedorismo presente em mais de 18 países, chega este ano na sua 21ª edição. E um dos segredos do sucesso do programa, é a parceria com os facilitadores, tutores e mentores que compartilham suas experiências durante os ciclos do programa.


As etapas de tutoria e mentoria são compostas por voluntários capacitados, em diversas áreas de atuação, que orientam os selecionados durante as tarefas e desafios propostos no programa. Basicamente, a pessoa mentora é aquela que atua ou já atuou em um segmento igual ou semelhante ao do seu aprendiz. 

 

Dessa forma, a pessoa mentora pode ajudar os participantes na tomada de decisão, antecipar possíveis problemas do negócio e apresentar soluções. Afinal, ele sabe como agir em circunstâncias que são inéditas para quem está começando a empreender ou ainda não tem um negócio maduro. 

 

Mas como funcionam na prática os processos de mentoria e tutoria do Shell Iniciativa Jovem?

 

As tutorias são momentos de orientação individuais com os empreendedores, que consiste na elaboração do Plano de Negócios, além do alinhamento e acompanhamento do progresso dos empreendimentos. É a pessoa tutora que auxilia os empreendedores durante os 4 meses do projeto, dando auxílio na identificação de gargalos e pontos de atenção do Plano de Negócios. 

 

Já a mentoria, tem como principal objetivo motivar e engajar o empreendedor com o seu propósito no mundo. Nela, a pessoa mentora é responsável por propor um desafio aos participantes durante as oficinas, com o objetivo de apoiar o grupo com sua experiência e visão de mercado.

 

O processo de mentoria do Shell Iniciativa Jovem acontece entre os dias 25 a 30 de julho, e conta com a participação de voluntários do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. Logo abaixo, contamos a trajetória e o perfil de dois mentores capixabas que compõem o quadro de mentores deste ano do Shell Iniciativa Jovem. Confira:

O empreendedor Rodolpho Mathias é um dos mentores do Espírito Santo. Rodolpho atua há 11 anos como CEO de uma empresa de inovação no segmento de relacionamento digital, e há dois anos atua à frente da Incubadora Tecvitória. Segundo ele, participar do projeto é uma oportunidade única de compartilhar sua experiência com os jovens que desejam começar a empreender, mas não sabem como.

 

“Minha motivação é ser um entusiasta do empreendedorismo como ferramenta de ascensão social. Por ser empreendedor e ter adquirido experiência no mercado, isso me deu a  bagagem necessária para conduzir uma das maiores incubadoras de empresas do Espírito Santo, acompanhando mais de 32 startups. E para os jovens empreendedores, Rodolpho deixa um recado, “façam com amor e disposição, pois os resultados são consequência e fruto do seu trabalho. Aproveitem a jornada para se desenvolver e acumular conhecimento”, finaliza.

 

A servidora pública estadual, Julia Peterle resolveu ser mentora do Shell Iniciativa Jovem por algumas motivações, primeiro porque a história dela com a Shell começou em 2018. quando Julia participou de outro programa, o Prêmio Shell de Educação Científica. Outro motivo que a fez aceitar o convite, foi o amor pelo universo do empreendedorismo, que abriu caminhos inimagináveis em sua vida e a fez acreditar que como mentora, ela pode contribuir na formação e desenvolvimento de uma nova geração de empreendedores.

 

Julia decidiu empreender, como a maioria dos jovens, determinada a viver o seu grande propósito. Formada em Química há 18 anos, em 2008 Julia passou no concurso da Secretaria de Estado da Educação do Espírito Santo (SEDU). E enquanto conciliava a carreira pública e aulas em instituições privadas, Julia decidiu tirar seu sonho do papel.

Assim, nasceu a Mentori.lab Consultoria Educacional, um hub de soluções educacionais para professores, gestores, lideranças e profissionais da educação, que buscam inovar e implementar transformações de impacto. “Em 2019, a convite da SEDU, passei a compor o quadro de profissionais da Secretaria e, desde então, consigo conciliar as minhas 2 grandes paixões: a educação pública e o empreendedorismo”, explica Julia. 

 

E é com a bagagem do Mentori.lab, que Julia deseja apoiar e incentivar os jovens empreendedores do Shell Iniciativa Jovem. “Estou segura de que tenho muito a contribuir, seja motivando, incentivando e segurando a mão dos jovens empreendedores, principalmente nos momentos mais desafiadores”.

 

Por fim, Julia ressalta que a jornada é longa e que por isso, a resiliência é necessária. “Não desista nos primeiros desafios”, aconselha a mentora.