Shell

Por dentro do Shell Iniciativa Jovem 2020

Per Shel Iniciativa Jovem em 22/09/2020

Todos anos, o Shell Iniciativa Jovem capacita dezenas de empreendedores, jovens com ideias e negócios autênticos.

Sabendo da expectativa por parte do público pela tão esperada Feira de Negócios a fim de conhecer de perto os empreendimentos, separamos para vocês alguns dos tantos participantes de 2020. Com negócios que vão desde a área de saúde mental a economia, mostrando o quanto diverso é o nosso programa. 

Jovens de diferentes vivências e motivações mas com o mesmo intuito, mudar o mundo para melhor.

Conheça agora um pouco destes empreendedores:

 

Douglas Vidal, fundador da Se Acalme que tem como objetivo promover uma melhoria na qualidade de vida da população através dos serviços de psicologia. 

“Como propósito, nós queremos que os pacientes, familiares e amigos parem de sofrer com transtornos mentais por um problema estrutural da própria psicologia”.

A ideia de negócio surgiu da observação do próprio Douglas, na época ainda no ensino médio, ao verificar o significativo número de pessoas que se viram prejudicadas pelo não tratamento de transtornos psicológicos.

“Chegou o momento de fazermos barulho nessa área, desconstruir a ideia de que saúde mental é “estar bem” ou que “estar mal” é algo inaceitável. A Se Acalme surge com a missão de tornar a saúde mental mais acessível e próxima da realidade do brasileiro, criando, assim, um impacto redutivo massivo no número de casos de depressivos, ansiosos e suicidas. Queremos que as pessoas tenham qualidade de vida, se sintam bem com elas mesmas, sejam independentes, se aceitem e acima de tudo e vivam da melhor maneira possível.” 

 

Luma Ohana, fundadora da Ávidos, quer fortalecer o vínculo masculino no período de gestação, proporcionando aos pais uma experiência física correspondente aos movimentos do bebê no corpo da mãe, sendo assim, mesmo em momentos de distância física entre o casal, possa ser possível que o homem se sinta conectado ao seu bebê em um nível sensorial, em sua própria pele.

Sua ideia de negócio, surgiu pela sua experiência pessoal assim como a de muitos amigos e pessoas ao seu redor que tiveram pais ausentes ou relações paternais complicadas.

“Isto é um problema que cruza a vida de milhões de crianças brasileiras: segundo o Censo Escolar de 2011, 5,5 milhões de crianças não possuem o nome do pai na certidão. Saber que é possível usar a tecnologia para aproximar os homens da gestação e da paternidade, e assim contribuir para moldar um futuro diferente para tantas crianças, é minha maior motivação.”

 

Hugo Benchimol, fundador da Hedge Wings, quer mudar a percepção de pequenas e médias empresas em relação ao risco relacionado ao câmbio, tornar as ferramentas de proteção mais acessíveis e difundir as operações de Hedge no mercado. Com propósito de tornar o mercado interno mais seguro e protegido dos fatores macroeconômicos além de conservar o valor gerado pelas empresas.

Quando perguntado sobre sua experiência no programa Hugo responde:

“A experiência pra mim está sendo muito animadora. Sinto que o programa deu o incentivo que eu estava precisando para me organizar e me planejar para um novo negócio. O que mais me animou no programa foi a disponibilidade de toda a equipe em dar suporte aos projetos e realmente potencializar as ideias.

Além disso, está sendo bem desafiador avançar tanto no plano de negócios em tão pouco de tempo. A cada etapa do processo, temos uma grande quantidade de informação para assimilar, pesquisar e pensar como o projeto melhorar.”

 

Manuela Hollós, fundadora da When in Rio, tem como intuito mostrar novos olhares possíveis sobre o Rio de Janeiro, indo além dos estereótipos e com objetivo de impulsionar negócios locais e artistas independentes. A When in Rio é uma marca-movimento, que acredita na alegria como um combustível para lidar com as nossas batalhas diárias.

“Sempre gostei muito de escrever e queria criar um espaço para compartilhar meu olhar sobre a cidade que me criou, com o desafio de não cair nos clichês e estereótipos e também de criar conteúdos relevantes tanto para turistas como para cariocas”

Quando perguntada sobre como tem sido a experiência no Shell Iniciativa Jovem, Manuela com muita firmeza responde:

“Com certeza ainda vou passar um bom tempo processando todos os aprendizados que estou tendo no programa, porque está sendo uma experiência bem intensa, mas tem sido muito bom estar nesse ambiente empreendedor e abrir ainda mais meus horizontes. Sinto que encontrei a minha turma.”

 

Cláu Estefânia, fundadora da Feira Fluída, tem como missão possibilitar espaços democráticos e comerciais saudáveis de troca e retorno financeiro para jovens artistas de forma acessível, sob os pilares da arte, cultura e consumo consciente.

O Shell Iniciativa Jovem como programa de aceleração, sempre procura entender o momento atual de cada empreendedor, quando perguntada sobre qual seu maior desafio hoje, Cláu prontamente responde: “Assim como meu maior desafio, também posso dizer que este recomeço da Fluida é a minha maior certeza.

Tantos questionamentos durante esses últimos meses me colocaram em contato com meu propósito e me levaram à um maior alinhamento com a Fluida. Me fez rever partes de mim que nutrem a Fluida e estão em sintonia para essas novas construções. Acredito que será impactante para mim e para a rede que envolvemos com a Fluida.”